Sorteio

Resultado do 1º sorteio.

Clica aqui ou ali acima em "Sorteios e Resultados"

13 de agosto de 2012

Terapias de Desintoxicação



Conceição Trucom *
Hipócrates, o "Pai da Medicina", há quase 2.500 anos, recomendava: "que o teu alimento seja o teu remédio e o teu remédio seja o teu alimento".
Portanto, a cada refeição devemos nos lembrar: amanhã, este alimento será meu sangue.
O que usamos como alimento determina a qualidade de nosso sangue, que por sua vez influencia o desempenho das células, órgãos e sistemas. Se o sangue for rico de nutrientes e desintoxicado, as células serão vigorosas, eficientes, integradas: saúde verdadeira.
Mas para acordar o organismo para esta nova forma de “viver”, é preciso:
- Estar diariamente buscando uma nova forma de alimentar-se.
- Estar periodicamente permitindo o alívio das cargas tóxicas presentes no organismo.
Existem várias formas de se desintoxicar, desde a prática diária dos sucos desintoxicantes, que é a proposta do meu livro Alimentação Desintoxicante – editora Alaúde, até programas de 1, 2, 3 ou mais dias. Porém, qualquer que seja o programa de desintoxicação; sempre serão os alimentos crus e vivos os empregados. Somente eles são altamente energéticos e ricos em enzimas, condições estas que permitem ao organismo se livrar de toxinas em uma velocidade gradual e segura.
Esperar que toxinas acumuladas durante toda uma vida, sejam eliminadas em um curto período de tempo não é sábio. Um processo gradual de desintoxicação permite ao organismo ir se ajustando às mudanças sem passar por perigosas "crises de cura" e distúrbios emocionais.
É claro que, dependendo da condição de saúde e dieta anterior, se pode experimentar algumas mudanças temporárias. Relaxe e confie na sabedoria interna de seu corpo. Com alimentos vivos, o organismo se purifica em ciclos, na sua velocidade própria. Estas mudanças acontecerão e, mais purificada, a pessoa irá descobrir que tem uma nova disposição de vida. Observar aumento de disposição e de energia, que é esperado durante todo trabalho de desintoxicação.
A sugestão é que a transição para uma alimentação predominantemente crua se inicie com um programa de desintoxicação. Vamos saber um pouco sobre as possibilidades e formas:
Importante: todas as receitas mencionadas abaixo encontram-se em Receitas da Alimentação Crua e Viva. 
DESINTOXICAÇÃO COM SUCOS
- 1 dia inteiro só com líquidos ou
- 1 a 3 sucos/dia tomados diariamente (1 em jejum + 2 nos intervalos das refeições principais)
Abster-se de qualquer alimento sólido, favorecendo assim a eliminação de toxinas e gorduras. Beber 5 copos de 200 ml de suco de frutas ou verduras cruas. Por exemplo: suco de laranja, tangerina, lima, abacaxi, mamão, melão, caqui, figo, maçã, pêra, uva, cenoura, beterraba, etc. Os sucos de frutas podem ser misturados entre si e os sucos de verduras de igual forma; mas não se deve misturar sucos de frutas com sucos de verduras. Os sucos devem ser naturais, a partir de vegetais crus e tomados imediatamente após seu preparo. Devem ser tomados lentamente, ensalivando cada gole antes de engolir. Não acrescentar sal nem açúcar. Não os tomar gelados. Toma-se um suco a cada 3 horas. Entre os sucos devem ser tomadas 2 a 3 xícaras de chá de ervas e bastante água. Repouso, pouco exercício, lavagem intestinal (enema) de 2 litros de chá de camomila ou cavalinha morna todos os dias.
DESINTOXICAÇÃO COM FRUTAS
Comer 3 refeições de aproximadamente 300 gramas de frutas cruas, frescas e maduras por dia. Usar somente 1 a 2 qualidades em cada refeição e não misturar frutas doces com ácidas. Mastigar muito bem.
Exemplo de cardápio para 1 dia: - Desjejum: mamão e banana - Almoço: abacaxi e morangos - Jantar: pêra e maçã.
Entre as refeições pode ser tomado um suco de frutas ou de verduras e uma xícara de chá de ervas com gotas de mel, além de bastante água. Fazer enema com 1/2 litro de água fria previamente fervida caso não haja evacuação intestinal.
DESINTOXICAÇÃO COM MONODIETAS
Comer uma única qualidade de alimento/dia, em 3 a 5 refeições, e tomar somente água nos intervalos. Exemplos:
- Manga, se houver obstipação intestinal (laxante);
- Melancia para reduzir inchaços (diurética);
- Caqui para aliviar o fígado;
- Figo para cicatrizar uma úlcera de estômago;
- Banana madura para moléstias do intestino;
- Integradas com o limão para alcalinizar o sangue muito ácido.
- Arroz integral, para alcalinizar o sangue.

As monodietas de frutas devem ser feitas por somente 1 dia. A de arroz integral pode durar até 10 dias.
Na monodieta a digestão é leve e rápida e libera energias para a desintoxicação orgânica. Além disto, sempre haverá uma perda de peso e uma regressão de inchaços, por causa da ausência de sal.

DESINTOXICAÇÃO COM ALIMENTAÇÃO CRUA
Comer somente alimentos crus, 3 vezes ao dia e beber sucos de frutas ou verduras cruas, 2 vezes ao dia, além de chá de ervas e água. Exemplo de uma dinâmica diária:
Manhã
Das 7 às 10 horas – Líquidos (suco de clorofila, água, Rejuvelac, suco de frutas, vitamina cremosa)
Das 10 às 11:30 horas – Frutas
Tarde
12 horas – Refeição completa (sopa de energia + salada básica diária)
15 horas – Lanche (salada de frutas, mousse de frutas, vitamina cremosa, fruta ou desidratados ao sol)
17 horas – Frutas
Noite
19 horas – Refeição completa (sopa de energia + salada básica diária)
22 horas – Lanche (Rejuvelac, vitamina cremosa ou desidratados)
- Beba água antes de sentir sede
- Beba líquidos somente 30 minutos antes ou 1 hora após as refeições principais
- Mastigue muito bem os alimentos
DESINTOXICAÇÃO COM ALIMENTAÇÃO PREDOMINANTEMENTE CRUA – 14 dias
Primeira FASE: 3 dias consumindo somente líquidos
Durante este período será proporcionado ao organismo um descanso na digestão de sólidos, como também um preparo para o cólon, para iniciar a administração de enemas.
Durante estes 3 dias a pessoa poderá estar desempenhando suas funções de rotina, apesar dos procedimentos de limpeza e purificação internas. Portanto, nada de fome nestes dias. Alimentar-se bem, ingerindo – em forma liquida – uma “refeição” de 3 em 3 horas. Na necessidade de mastigar algo, permita-se uma fruta.
Sugestão para estes três primeiros dias (ver receitas aqui):       
- 2 copos de suco verde (clorofila);
- Água a vontade;
- 1 litro de Rejuvelac;
- Sopas cremosas a vontade;
- 1 Sopa de energia;
- 1 Suco de melancia.

Segunda FASE: 2 semanas
No terceiro dia da desintoxicação deverão ser iniciados os enemas (lavagem intestinal). Faça no mínimo 1 enema/dia durante estas duas semanas, pois o cólon estará recebendo uma grande quantidade de toxinas e desta forma, precisa-se evitar a reassimilação destas toxinas pelo organismo, além de acelerar o processo de purificação interna.
Durante estas 2 semanas, as elevadas excreções tóxicas e a prática dos enemas, poderão gerar um desequilíbrio da flora intestinal. Portanto, é importante que os lactobacilos sejam repostos, encontrados em abundância nos alimentos fermentados, como o Rejuvelac e o Vegi-kraut.
Nesta fase é permitido se alimentar também de sólidos, logicamente não processados (refinados, industrializados, etc.) e não cozidos.
Aproveite para reaprender a mastigar bem os alimentos. Volte à dieta líquida sempre que sentir que seu organismo pede, contudo evite mais que 3 dias.
Observação: A duração de cada desintoxicação curativa depende de uma orientação médica. Mas, após os períodos de desintoxicação intensiva, recomenda-se adotar definitivamente uma alimentação saudável: desintoxicante, revitalizante e restauradora do equilíbrio orgânico.
- Comer sempre alimentos crus no início de cada refeição;
- Comer diariamente no mínimo 50% de alimentos crus;
- Comer sempre um pouco menos do que se deseja comer;
- Evitar açúcar, principalmente o refinado, frituras e refogados gordurosos. Usar pouco sal e, moderadamente azeite de oliva ou óleo vegetal prensado a frio.
- Evitar todos os alimentos desintegrados, como o arroz branco, a farinha branca e seus derivados, substituindo-os pela versão integral, feitos em casa;
- Evitar vinagre, mostarda, pimenta, todas as conservas, chá preto e mate, álcool, chocolate, fumo, bombons e doces processados (mesmo os caseiros);
- Evitar carnes, embutidos, linguiças, queijos picantes ou gordurosos. Quando necessário, consumir somente ricota magra ou queijo Minas fresco (magro);
- Planejar o horário das refeições. Deve haver um espaço de 3 a 5 horas entre elas;
- Não comer entre as refeições (3 vezes/dia). Se houver vontade, tomar sucos de frutas, de verduras ou chá;
- Não beber líquidos nas refeições. Deixar para fazê-lo até 1/2 hora antes ou 1 hora depois das refeições;
- Não comer mais do que 2 a 3 ovos por semana (dar preferência aos de galinhas caipiras);
- Não usar sobremesa nem frutas após as refeições de verduras;
- Mastigar bem os alimentos. Comer com calma e em ambiente tranqüilo;
- Após as refeições, não deitar para dormir ou ler imediatamente, mas movimentar-se (caminhar) durante 15 a 30 minutos, para facilitar a digestão.
Fontes:
- Apostila do curso Preservação e Recuperação da Saúde de Catharina Walzberg.
- Guia de desintoxicação da Teodora - Trigueirinho - Figueira/MG.

5 comentários:

Raquel Santos disse...

Delicía muito sucos e frutas hummmmm....Tenha uma ótima semana. Bjs

ღღღღ Cici ღღღღ disse...

Adorei estas dicas!!!!
Vou mostrar pra maridón, que está bem mais empenhado na dieta do que eu...
Bjks, amiga!!
;D

ღღღღ Cici ღღღღ disse...

Respondendo: pior que não sei o que pode ter acontecido. Bug??
Esquisito, né?!!
Obrigada pelas palavras, amiga... *-*
Eu ainda tenho muuuuito a aprender... hehehe! Por isso, vou treinando.
Bjks
;D

♥ Wilma ♥ disse...

Nunca parei prá pensar que o que como hoje será meu sangue amanhã...mto forte isso! Vou começar a pensar mais nisso...amei o post! Bjosss e um ótimo final de semana.

Mari Rodrigues disse...

Adorei o post!!!
Querida, passa lá no blog. Está rolando a nova Mostra Arte em Foco. Participe!
Bjos, Mari.